Comprar Lista de e-mails (mailing) é uma Estratégia Eficiente de Marketing Médico?

Olá Doutor, tudo bem?

Será que comprar mailling de e-mails é uma boa estratégia de marketing médico para atrair pacientes?

Para ter sucesso na clínica ou no consultório é essencial que o médico tenha um grande volume de pacientes, certo?

E, sabemos que para conseguir atrair a atenção dos potenciais pacientes, além de ser um bom profissional, ele também deve colocar em prática uma eficiente estratégia de marketing médico. É por isso que o assunto de hoje é sobre e-mail marketing.

Quase todos os dias eu recebo e-mails de médicos, no quais, muitos me perguntam se devem ou não comprar listas frias de e-mails (mailing), para fazer o marketing do consultório ou da clínica médica.

Todo centro da cidade tem alguém disposto a vender uma suposta lista verdadeira de e-mails.

PROBLEMAS COM A AGENDA VAZIA?

Insira o seu e-mail principal e receba as minhas dicas exclusivas de Marketing Médico

O que eu mais noto nisso tudo, é que o médico ou o profissional que administra a clínica acredita que ao comprar uma “lista terceira” de e-mails de pessoas que moram na sua região de atendimento, logo, ele estará fazendo propaganda para o seu consultório e direcionada para o público certo.

Será que comprar mailing de e-mails funciona?

A minha resposta permanente é NÃO!

O médico não deve fazer isso! Ele não deve comprar mailing de terceiros com o intuito de divulgar os seus serviços.

Comprar essas listas de e-mails pode até parecer uma estratégia fácil e rápida, mas, além de não produzir quase efeito nenhum, ela ainda pode “queimar a sua imagem” e pode causar o efeito contrário.

Por que essa estratégia de Marketing Médico não funciona?

O primeiro ponto é que essas pessoas (e-mails) não lhe conhecem. Você é um desconhecido.

Me diz o que você faz quando recebe um e-mail de um desconhecido?

Uma pessoa mais calma irá apenas excluir o e-mail sem ao menos ler. Uma outra mais irritada irá enviar o e-mail direto para a caixa de spam e isso impedirá que no futuro, você envie e-mails novamente para ela.

Então, será um gasto financeiro e de tempo que não lhe trará resultado positivo, isso porque noventa por cento dessas pessoas irão excluir ou enviar seu e-mail direto para o spam.

Além dessa questão comportamental, existe um motivo técnico para você não fazer este tipo de estratégia de marketing médico.

Quando o médico envia um e-mail para centenas, dezenas e até milhares de pessoas, e uma grande quantidade delas encaminham o seu e-mail para spam ou lixeira, logo os servidores de e-mail marketing irão colocar o seu domínio em uma “lista negra”.

Todo e-mail tem um domínio, ex: contato@drvitorjaci.com.br. E, nesse caso, o domínio @drvitorjaci.com.br será penalizado.

Quando os servidores constatarem que grande parte das pessoas não abriram o e-mail, eles interpretarão que a sua mensagem não tem relevância nenhuma.

Então, os servidores de e-mail irão penalizar você! Como?

O domínio do médico será inserido em uma lista negra de má conduta e toda vez que ele enviar um e-mail por esse mesmo domínio, mesmo que seja para um paciente que deseje receber o seu conteúdo, os seus e-mails serão direcionados para o spam.

Os servidores irão encaminhar direto para o spam, por julgarem que o seu conteúdo é spam e não tem relevância.

Portanto, além das pessoas o tratarem como um desconhecido, ele também ficará na lista negra dos servidores de e-mail.

Assista ao vídeo abaixo e saiba mais sobre o assunto

Como utilizar o e-mail marketing da maneira correta para divulgar o seu consultório médico?

Uma estratégia eficiente para você que deseja divulgar os seus serviços por meio do e-mail marketing é a de construir a sua própria lista.

Eu sei que isso leva um tempo, mas por outro lado, você terá o contato de pacientes que já conhecem e que confiam no seus serviços.

Para fazer isso da maneira mais efetiva e correta, o ideal é possuir um sistema de gerenciamento no seu consultório, no qual, faça a captação do e-mail de todos os pacientes.

Em outras palavras, cada vez que um novo paciente é agendado, logo ele será inserido automaticamente em uma lista de e-mail. E, com o tempo, a sua lista particular e verdadeira, contará com centenas de contatos.

E, quanto maior for a taxa de abertura dos seus e-mails, melhor ranqueado o seu domínio ficará na lista branca dos servidores, assim, todo e-mail enviado será entregue na caixa de entrada e não na caixa de spam.

Outra maneira do médico utilizar o e-mail marketing para divulgar os seus serviços é a de oferecer algo para os potenciais pacientes que moram na sua região.

Pode ser um e-book sobre patologias. Uma dica em vídeo sobre determinada cirurgia. Um artigo sobre dica de saúde.

Não importa qual seja a “isca” oferecida, desde que ela tenha valor para o potencial paciente, ele irá deixar o seu contato em troca dela.

Para fazer isso, o ideal é patrocinar em mídia social, exemplo (Facebook): Baixe o E-book 10 dicas para melhorar o sono.

Para baixar o e-book, o paciente deverá em troca inserir o seu e-mail verdadeiro, e logo, você o terá cadastrado em sua lista.

Assim, ao longo do tempo o médico poderá mostrar para o paciente, por meio de uma sequência de e-mails, que ele tem conhecimento e é competente. E, isso pode convencer o paciente de agendar um horário no consultório.

 

Essa foi a dica de hoje e espero que você tenha gostado.

Por favor, me conte sobre a sua experiência em enviar e-mail marketing para atrair novos pacientes.

Doutor, obrigado pelo seu tempo e sucesso na carreira 🙂

Vitor Jaci

Vitor Jaci

Graduado em Publicidade com ênfase em Marketing pelo Mackenzie-SP e com curso de especialização em Marketing Digital pela Digital Marketing Institute-Dublin.

Comentários

Clique Aqui para deixar um Comentário Abaixo

Deixe seu comentário:

Dúvida? Me chame no WhatsApp

Quer receber o meu conteúdo exclusivo de Marketing Médico?

x